Uma Iniciativa Febraban

Saiba como aproveitar ao máximo seu FGTS inativo


Descubra quanto vai receber, como sacar e utilizar esse recurso para ficar com seu bolso em dia.

O ano de 2017 mal começou e mais de 30 milhões de brasileiros já esperam ansiosos pela possibilidade de obter um dinheiro extra. Isso porque, em dezembro passado, o governo anunciou que o saldo das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) poderá ser sacado e utilizado como o trabalhador desejar.

Antes da medida ser anunciada, esse dinheiro só podia ser usado para certas finalidades, como a compra da casa própria, aposentadoria ou doenças graves. Como não podia escolher como usar ou aplicar o recurso, restava ao trabalhador esperar por uma situação que lhe permitisse sacar o dinheiro, com rendimentos abaixo de qualquer outra aplicação financeira e perdendo da inflação.

Em outras palavras, era como guardar dinheiro debaixo do colchão. Agora, quem vai decidir como usar o dinheiro é você, mas tanta liberdade pode trazer dúvidas. Afinal, como usar esse recurso? Pagar dívidas, comprar bens ou investir? Veja um passo a passo para aproveitá-lo ao máximo.

1 – Descubra se você tem direito ao benefício

Antes de sair gastando “por conta”, atenção para as regras. Tem direito a sacar o FGTS todo trabalhador que teve um contrato de trabalho finalizado até 31 de dezembro de 2015 e tenha saldo nesta conta, mesmo os que possuem outro trabalho atualmente. Caso você esteja empregado, o saldo do seu emprego atual não pode ser sacado.   

2 – Descubra quanto terá para gastar

Cálculos do governo indicam que a grande maioria das contas inativas tem saldo menor do que um salário mínimo (R$ 937,00 em janeiro de 2017). Se você tem direito ao benefício e quer planejar como pretende usar seu dinheiro, é fundamental descobrir o valor que poderá sacar. Veja como consultar seu saldo: 

› Pelo celular: Acesse o aplicativo FGTS da Caixa Econômica Federal, que pode ser baixado nas lojas virtuais. Disponível para Android, iOS e Windows Phone.

›Pela internet: Entre no site www.caixa.gov.br, acesse a área “para trabalhadores”, depois, “FGTS” e “extrato do FGTS”. Para fazer a consulta você precisará informar o número do PIS e uma senha que deve ser cadastrada no próprio site. Correntistas da Caixa também conseguem ver o extrato pelo internet banking.

› Pelo telefone: 0800-726-0207.

› Pessoalmente: É possível acessar os dados em postos de autoatendimento ou presencialmente, em uma das agências da Caixa. Para isso, é necessário possuir o cartão do cidadão.

3 – Descubra quando o dinheiro estará disponível

Fique atento para a data em que você poderá sacar seus recursos e não assuma compromissos antes de ter acesso ao dinheiro. Confira, a seguir, o calendário de saques, organizado pela data de nascimento do trabalhador.








O dinheiro estará disponível para todos os trabalhadores elegíveis até 31 de julho deste ano. Para atendê-los, 1.891 agências da Caixa Econômica Federal funcionarão um sábado por mês, das 9h às 15h, em todo o Brasil, além de abrir duas horas mais cedo nos dias 15, 16 e 17 de fevereiro. Encontre uma agência.

Quem já é cliente da Caixa poderá autorizar o depósito diretamente em sua conta por meio dos canais de atendimento. Saiba mais sobre o procedimento de saques.

4 – Faça um levantamento de dívidas

Se você tem contas, faturas de cartão de crédito atrasadas ou está entrando no limite do seu cheque especial, esse dinheiro extra pode ser uma oportunidade de colocar suas contas em dia. Antes de pensar em comprar algo novo, procure se livrar de juros e multas de compromissos que estão pendentes. Você não precisa esperar o dinheiro sair. Sabendo quanto e quando irá receber, procure seus credores para negociar o pagamento das dívidas na data em que o dinheiro estiver disponível. Veja aqui algumas dicas para fazer essa negociação.

5 – Programe-se para poupar

Se suas contas já estão em dia, essa pode ser uma chance de formar aquela reserva para imprevistos ou começar a poupar para realizar algum objetivo futuro. O dinheiro do FGTS estava praticamente parado, mas agora você pode escolher uma forma mais rentável para aplicar esse recurso, como o tesouro direto, CDB ou fundo de investimento. Leia esta matéria para saber mais sobre investimentos.

6 – Invista em você

Outra forma inteligente de usar seu FGTS é investir em sua educação, afinal esse recurso é fruto de seu trabalho, e pode render ainda mais quando você procura se qualificar. Que tal fazer um curso ou aprender uma língua? Se você pretende fazer uma faculdade, conheça algumas alternativas para pagar menos pelo curso.

7 – Realize um projeto

Se suas contas estão em dia, você já formou sua reserva financeira e está investindo em sua carreira, aproveite o FGTS inativo para realizar um projeto pessoal, reformar sua casa, fazer uma viagem ou curtir com a família.



Matérias Relacionadas

Como Renegociar Dívidas e limpar o seu nome

Prepare-se para tirar seus planos do papel

Como bancar seus estudos na crise

Prepare-se para viver sem dívidas

Faça uma caça aos gastos invisíveis e economize

Você está se preparando para parar de trabalhar?