Uma Iniciativa Febraban

10 sites de cupons e promoções para gastar menos no Natal

Aproveite os descontos para presentes e itens das ceias de final de ano

 

Nos Estados Unidos, os cupons são uma verdadeira febre. As pessoas acumulam para ter descontos em quase tudo: de passagens aéreas a restaurantes, supermercados, lojas de roupas, móveis, artefatos de cozinha e outras. No Brasil, eles chegaram não faz muito tempo, mas já fazem sucesso também.

Funciona assim: as plataformas online de descontos fazem acordos com empresas para divulgar suas ofertas. Você acessa a plataforma, escolhe a loja ou o produto, copia o cupom ou código de desconto e é direcionado para o site de vendas. Se decidir fazer a compra, na hora de finalizar, insere o código para ter o desconto no valor final. Em vários sites você também pode imprimir o cupom para levar à loja física.

Como acontece nas promoções, é preciso cuidado para não acabar gastando mais do que se pretende. A dica é usar os cupons apenas para fazer aquelas compras que você já programou, como presentes, enfeites para a casa e ingredientes para preparar as ceias de Natal e Ano Novo.

Você também pode garimpar descontos em serviços que costuma utilizar, como aplicativos de transportes. Uber, Cabify e 99taxi, por exemplo, costumam fazer campanhas em sites de cupons. Outra dica que vale para o ano todo: quando fizer compras pela internet, faça uma busca por cupons de frete grátis. Muitas lojas oferecem essa opção.

Confira 10 sites e aplicativos onde você pode encontrar os cupons:

1. Cuponeria: descontos em mais de 2 mil lojas online e físicas em todo o Brasil, incluindo supermercados e aplicativos de transportes.

2. Ganhe de volta: requer um pequeno cadastro. A cada compra, você recebe um valor de volta. Quando ultrapassar R$ 15,00, você transfere o saldo para sua conta bancária, sem custos.

3. Cuponomia: mais de 20 mil itens com descontos em 2 mil lojas. Os cupons valem apenas para compras feitas por meio do site ou aplicativo.

4. Picodi: cupons de desconto e promoções em 1,3 mil lojas online, incluindo varejistas e livrarias.

5. 1001 Cupom Descontos: mais de 7,2 mil lojas e mil cupons e ofertas disponíveis apenas no site.

6. Save me: 50 mil ofertas em 300 lojas. Você pode fazer a busca por estabelecimento, categoria de produtos e por percentual de desconto.

7. Méliuz: o desconto mínimo é de 5%. Também oferece um valor de volta, com crédito em conta corrente.

8. Cuponation: oferece descontos e cupons de frete grátis aplicados exclusivamente para compras online em mais de 300 lojas.

9. Cupom Válido: são mais de 400 lojas, incluindo materiais de construção. Os descontos só valem para compras na internet.

10. Groupon: cupons e promoções em supermercados como Extra e WallMart, grandes magazines e livrarias, entre outros.

 

Para que o barato não saia caro...

Cupons e promoções estão disponíveis o ano inteiro, então, evite fazer estoques de coisas que você talvez nem vá usar. Antes de buscar ofertas, faça uma lista dos presentes e ingredientes que irá precisar para preparar as ceias de final de ano. Defina um valor máximo que poderá gastar e siga a lista de compras à risca.

Imprevistos sempre acontecem, então, se fizer compras no cartão de crédito, certifique-se de que terá dinheiro em conta para pagar a fatura na data de vencimento. Usar o cheque especial para aproveitar cupons também pode ser um péssimo negócio: o desconto pode ser menor do que os juros que você irá pagar.

 

Proteja-se contra fraudes

Evite clicar em links que chegam por e-mail. Muitas vezes, eles direcionam para sites falsos, criados para capturar dados pessoais e de cartão de crédito. Antes de comprar, veja como funciona o sistema de trocas do site, caso o produto não seja o esperado ou venha com defeito. Para saber mais, leia a matéria Segurança nas compras online.




Matérias Relacionadas

Natal sustentável

15 dicas práticas para reduzir os gastos no supermercado

20 ideias bacanas para celebrar o final de ano gastando pouco

Faça uma caça aos gastos invisíveis e economize

Você gasta além dos limites? Pode ser falta de sonhos

Segurança nas compras online