Uma Iniciativa Febraban

Clube de assinatura: clientes o ano inteiro para sua empresa

Veja como funciona esse modelo de negócios e inspire-se nas histórias de sucesso de empreendedores que investiram nesse mercado

 

Antigamente, o leite e o pão francês eram deixados na porta de casa pelos fornecedores. As revistas e jornais também. Era só recolher, preparar o café da manhã e ficar em dia com as notícias. Esse serviço de entrega regular, que muitas pessoas contratavam pela facilidade, mudou um pouco de figura. Mas continua firme e forte, agora, sob o nome de clubes de assinaturas.

Eles funcionam da seguinte maneira: mediante um valor pago mensalmente, o assinante recebe uma caixa com produtos selecionados ou pode utilizar uma quantidade determinada do serviço ao qual aderiu. Esse formato pode trazer benefícios para quem vende e, também, para quem compra.

Para o empreendedor, as principais vantagens são: ter uma receita recorrente, que entra todo mês na conta bancária, e saber antecipadamente o estoque que precisa ter. Outro ponto positivo é a fidelização do cliente. Para o consumidor, os atrativos são a facilidade no acesso a produtos e serviços nem sempre disponíveis em sua região, os descontos em relação à compra de itens individuais e a oportunidade de experimentar artigos escolhidos em uma curadoria feita por quem entende do assunto.

Esse modelo de negócio é difundido no mundo todo e vem apresentando um crescimento acelerado no Brasil nos últimos anos. De acordo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABCOMM), o número de empresas que funcionam como clubes de assinaturas saltou de 300, em 2014, para 880 no início de 2019. Juntas, elas faturam cerca de 853 milhões ao ano.

 

Segmentação, a alma do negócio

A diversidade de empreendimentos é ampla. À exceção dos grandes distribuidores de entretenimento, como Netflix e Spotify, que também funcionam à base de assinaturas, as empresas costumam direcionar seus esforços para fatias bem definidas de públicos. A oferta vai de produtos para barbear, cosméticos e limpeza de automóveis a livros, vinhos, cafés, queijos artesanais e alimentos sem glúten, só para ficar em alguns exemplos.

Para o consultor do Sebrae-SP Cássio Ferraro, a segmentação é, justamente, a alma do negócio para quem pretende ser bem-sucedido nesse setor. Ele lista os três erros mais comuns que os empreendedores costumam cometer na hora de montar um clube de assinaturas: não atuar por nicho, não precificar corretamente e achar que as vantagens do que é oferecido é atraente, sem se colocar de fato no lugar de quem vai consumir o produto ou serviço no dia a dia.

 

Vender experiências

“As empresas que mais lucram com esse modelo são as que vendem “experiências” como dirigir um carro importado, degustar pratos exóticos ou consumir bebidas importadas ou artesanais”, afirma o consultor. “O clube de assinaturas deve mostrar vantagens no quesito valor e não no preço, lembrando que preço é o que o consumidor paga para adquirir o valor, que é intangível”, resume.

Ele dá outras dicas de cuidados que devem ser tomados pelos empreendedores. O primeiro deles é cuidar da logística e isso envolve não apenas a forma como a entrega será feita, mas todo o processo que está por trás do balcão, o cliente não vê, mas que é essencial para conquistar a sua fidelização. Outra dica é equalizar os prazos de entregas de maneira a minimizar a necessidade de estoques. “Estoque parado é dinheiro parado”, diz.

 

10 clubes de assinaturas para você se inspirar

 

1.      Moka Clube

O clube seleciona ingredientes em fazendas de todo o Brasil, faz a colheita à mão e torra artesanal. Você escolhe o tipo de café (em grão ou moído) e a quantidade que deseja em casa todo mês, entre 250 gramas e um quilo. A assinatura custa a partir de R$ 38,00.  Conheça o funcionamento de outros clubes de café: Unique, Santa Mônica, Noete, Café Salomão, Have a Coffee, Cavalo Negro, Clube Café.

 

2.      Glambox

Criado para alucinar fãs de produtos de beleza. O assinante preenche seu perfil no site e, a cada mês, recebe uma caixa personalizada com pelo menos cinco produtos de beleza em tamanho normal, miniaturas e sachês para conhecer e testar. Os planos vão de R$ 67,00 (por mês na assinatura anual) a R$ 82,00 (na mensal). Conheça outros clubes de beleza: iMake Box, My Care Box.

 

3.      Leiturinha

Clube de leitura para o público infantil, o Leiturinha seleciona livros de acordo com as fases de desenvolvimento da criança, desde o nascimento até os 10 anos de idade. No plano mini, que custa R$ 19,90 por mês, o assinante recebe um livro mensalmente. Nos planos Uni e Duni, além do livro, o pacote inclui uma cartilha com orientações para os pais. Conheça outros clubes de livros: Tag Experiências Literárias, Pacote de textos, Skoob, Turista Literário, Book in Box, BBox (livros para empreendedores).

 

4.      Clube do Queijo

O assinante recebe mensalmente queijos artesanais produzidos em várias regiões do Brasil e selecionados na origem por especialistas. Os produtos dificilmente são encontrados nos grandes centros urbanos. O plano Ouro dá direito a três queijos totalizando 600 gramas e custa R$ 139,00 ao mês.  Conheça outros clubes de queijos: Caixa Colonial, Cia Mineira do Sabor.

 

5.      Clube Wine

Neste clube de vinhos, o assinante recebe todo mês uma caixa com dois rótulos de diferentes países. São seis planos que vão de R$ 75,00 a R$ 281,00. Conheça outros clubes de vinhos: Paladar, Adega, Evino, Confraria Gran Cru.

 

6.      Fruta imperfeita  

Seleciona alimentos que têm alguma imperfeição no formato ou na casca diretamente nos sítios de pequenos produtores. Em vez de descartados, frutas, legumes e verduras são comercializados em cestas de três tamanhos (P, M e G) e entregues em casa com a periodicidade escolhida pelo assinante. Conheça outros clubes de alimentos frescos: Laranjas online, Clube Orgânico, Nossa Horta.

 

7.      Sociedade da carne

Focado em carnes nobres para churrasco. Os associados recebem mensalmente cortes de raças nobres, congelados e em embalagem térmica, acompanhados de dicas sobre o preparo. A seleção é feita por mestres churrasqueiros experientes. O valor médio mensal para receber dois quilos de carne é de R$ 159,80. Conheça outros clubes de carnes para churrasco: World Steak, Royal Steak, Clube Grill, Beef Club, Angus Young.

 

8.      Glutenfree

De olho no mercado de produtos para quem tem restrição alimentar, esse clube é dedicado a alimentos sem glúten. Os organizadores vão atrás de marcas e novidades e montam kits variados que são entregues todo mês. A caixa com 9 a 11 itens como cookies, pães, massa para bolo, farinha e outros, custa R$ 61,90 mensais. Conheça também o Lac Free Box (alimentos sem lactose).

 

9.      ElevenChimps

Prepara e vende alimentos para cachorros feitos com ingredientes naturais. O preço varia conforme a dieta do animal. A partir do cadastro que você preenche no site, as veterinárias definem o cardápio mais adequado. As porções são entregues em casa, na periodicidade que o assinante desejar. Outros clubes de alimentos para animais: Box do Pet, Pets du Monde, Box Petiko, PetLove.

 

10.  DryWash Club

Clube de limpeza de automóveis, que oferece dois planos para lavagens ilimitadas. A assinatura custa R$ 179,00 para um automóvel e R$ 159,00 por veículo para quem tem mais de um automóvel. Quem adere tem 15% de desconto em outros serviços (limpeza de motor e funilaria expressa, por exemplo).




Matérias Relacionadas

Quer começar um negócio e não sabe qual?

Resolver um problema, um bom jeito de começar um negócio

Aprendendo com o fracasso

Aplicativo Meu Negócio em Dia apoia a organização financeira do pequeno empreendedor

Como ter crédito mais barato para seu pequeno negócio

Inspiração e soluções para o seu negócio