Uma Iniciativa Febraban
Atualizado em: 09 set 2020 às 11h e 05m

Semana Brasil

Bancos oferecem descontos em renegociação de dívidas e condições especiais na contratação de serviços e crédito


A Semana Brasil é um evento criado com apoio do governo federal para incluir o mês de setembro no calendário de consumo, estimulando as vendas do comércio. Até o dia 13, o varejo promove ofertas para atrair os consumidores e renovar seus estoques. A proposta desta segunda edição – a primeira aconteceu no ano passado – é incentivar a retomada econômica no pós-pandemia.

Os bancos também integram a iniciativa com ofertas em serviços, descontos em renegociação de dívidas e condições especiais na contratação de crédito. Este ano, as instituições financeiras participantes são ABC Brasil, Alfa, Amazônia, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Banco Pan, Banrisul, Bradesco, BRB (Banco de Brasília), BTG, BV, Caixa, C6 Bank, Daycoval, Digimais, Itaú, Mercantil do Brasil e Santander.

Se você pretende aproveitar as ofertas do varejo e dos bancos, veja algumas dicas para tomar decisões conscientes e não se enrolar depois.


Se for comprar no varejo

1. Confira se o desconto é real: pesquise o valor do item que pretende comprar em vários sites e defina um preço que está disposto a pagar por ele. Não compre só porque está com “preço imbatível” (nem sempre está!).

2. Priorize a despensa: um bom jeito de aproveitar promoções é abastecer a despensa com produtos que sua família costuma usar e que têm prazo longo de validade, como mantimentos e artigos de higiene e limpeza.

3. Fuja da empolgação fazendo listas: o barato sai caro, por isso, a dica é fazer uma lista dos itens que você realmente necessita e que possam ser comprados com descontos. Se um produto que não está na lista atraiu você, saia do site para não se deixar levar pelo impulso e volte depois, se de fato decidir comprar.

4. Saiba mais sobre o vendedor: pesquise na internet para saber se a loja costuma entregar os produtos na data prevista ou se ela já aplicou o golpe do desconto maquiado em outra ocasião.

5. Veja se o site é seguro: em campanhas promocionais pipocam anúncios de descontos extraordinários em sites que não existem, não entregam ou que foram criados para capturar dados pessoais e fraudar o consumidor. Se você recebeu uma oferta arrasadora de uma loja por e-mail, não clique no link. Faça uma busca na internet, descubra o site oficial e então confira se a promoção é verdadeira.

6. Faça as contas para saber se vai conseguir pagar: é importante se assegurar de que você não precisará recorrer ao rotativo do cartão de crédito ou ao limite da conta corrente para pagar o que comprar na promoção. Como os juros são elevados, no fim das contas, o valor pode ser mais alto do que o desconto obtido.


Se for negociar dívidas

1. Faça uma lista de questões que você gostaria de esclarecer. Exemplos: qual será o desconto sobre o total da dívida? Se eu parcelar, quais serão os juros? Qual o prazo máximo para parcelar? Se eu pagar à vista, consigo um desconto maior? Se eu puder depois antecipar o pagamento de algumas parcelas, tenho desconto?

2. Coloque as entradas e saídas de dinheiro no papel para saber exatamente com que valor poderá contar para quitar as parcelas da renegociação.

3. Evite assumir compromissos que não caibam no bolso. Fechado o acordo, é necessário manter o pagamento das parcelas em dia para evitar complicações no futuro.

 

Se for contratar crédito e outros produtos financeiros

Leia o contrato para saber exatamente o que está comprando, por quanto tempo, qual é o custo efetivo total (juros e taxas), o valor da parcela e quanto irá pagar no total, incluindo todos os custos envolvidos e as parcelas. Veja algumas dicas de questões que podem ajudar em suas escolhas na matéria Perguntar não ofende.




Matérias Relacionadas

Costuma emprestar seu nome ou fazer compras para terceiros?

Segurança nas compras online

Perguntar não ofende

Score de crédito

>

Dinheiro fácil? Cuidado, ele pode ter um preço alto