Uma Iniciativa Febraban

R$ 50 mil em 5 anos

Veja quanto você precisa poupar por mês para formar esse patrimônio

 

Você já imaginou como seria sua vida com uma reserva de R$ 50 mil? Pense nos sustos que poderia evitar em caso de uma doença na família ou desemprego, por exemplo. E aquela geladeira que precisa ser trocada?  Com dinheiro no bolso, seria possível obter uma ótima negociação para comprar à vista. Ou até mesmo ter a liberdade de mudar de emprego, sabendo que as contas dos próximos meses estariam garantidas.

Essa tranquilidade de contar com reservas financeiras ainda parece um sonho distante da nossa realidade. Uma pesquisa do Banco Mundial publicada em janeiro de 2017 revelou que apenas um em cada quatro brasileiros conseguiu poupar algum dinheiro nos 12 meses anteriores ao levantamento. Entre os 143 países participantes do estudo, somente 11 estão abaixo do nosso índice de poupança para a aposentadoria, por exemplo. Leia: Você tem dificuldade para poupar? Freud explica.

Por falta de reservas, ficamos mais vulneráveis a imprevistos e ainda perdemos grandes oportunidades de realizar nossas conquistas com mais economia, sem perder o sono.

O importante é lembrar que nunca é tarde para começar. E que tal aproveitar o momento para se comprometer com a meta de juntar R$ 50 mil em 5 anos? Veja o que você precisa fazer e comece já.


Descubra o valor mensal

Seja qual for sua meta, o primeiro passo é fazer uma conta simples: dividir o valor total desejado pelo número de meses. No caso do exemplo de R$ 50 mil divididos por 60 meses, chegamos a um valor mensal de R$ 833,33. Contando com os juros a seu favor, não será preciso poupar todo o valor, pois uma parte virá em forma de rentabilidade do investimento que você escolher para aplicar seu dinheiro.

 

Ajuste o prazo ou a meta à sua realidade

Se o valor mensal que você calculou estiver muito acima do que pode guardar, sempre é possível fazer ajustes. Por exemplo, se acrescentar mais três anos a seu prazo, já irá notar uma boa diferença no valor a ser poupado. Assim, R$ 50 mil em 96 meses dará um total mensal de R$ 520,83. É importante identificar uma meta possível de ser atingida, para não desanimar.

 

Procure saber a rentabilidade de cada investimento

Para calcular quanto exatamente você precisará guardar, é fundamental entender como o rendimento da aplicação será somado ao valor poupado. Nos sites dos bancos, corretoras e do Tesouro Direito você pode fazer simulações para descobrir esse valor. Você também pode usar nosso Simulador de Sonhos. Basta inserir o valor que pretende juntar no campo “Quanto custa seu sonho”, quanto você pode guardar por mês e a taxa de rendimento do investimento que você pretende contratar (pesquise na internet para descobrir a taxa). Veja a seguir alguns exemplos de simulações para obter R$ 50 mil em 5 anos, comparando diferentes  opções de investimentos com a poupança.

 

Simulação 1 – Comparativo Tesouro prefixado 2023 (LTN) x Poupança

O Tesouro LTN 2023 é indicado para quem quer investir por médio prazo (ele vence em 2023). É um título prefixado, portanto, no momento da compra você já sabe exatamente o quanto irá receber no futuro. A simulação mostra que, nesta opção, você terá de aplicar mensalmente cerca de R$ 680,00 no Tesouro LTN 2023 ou R$ 725,00 na poupança para obter os mesmos R$ 50 mil em 5 anos. É uma diferença de R$ 2.700,00 entre os dois produtos, como você pode ver no quadro da simulação comparando este título (coluna azul) com a poupança (coluna amarela):


Simulação 2 – Comparativo Tesouro Selic 2023 (LFT) x Poupança

O Tesouro Selic LFT vence em 01/03/2023, sendo indicado para aqueles que querem investir também por curto prazo, já que você pode retirar o dinheiro a qualquer momento, sem perda de rentabilidade. É um título pós-fixado, ou seja, seu rendimento acompanha as variações da taxa de juros da economia (Selic). Isso significa que se a taxa Selic aumentar, a sua rentabilidade aumenta, e se a taxa Selic diminuir, a sua rentabilidade diminui. Entenda mais sobre a Selic na matéria A inflação, os juros e o seu bolso. Nesta opção, você precisará aplicar R$ 687,29 no Tesouro LFT e os mesmos R$ 725,00 na poupança. No Tesouro Direto, você precisará poupar R$ 660,00 a menos para chegar aos R$ 50 mil em 5 anos. Veja a simulação:

Para saber mais sobre o Tesouro Direto, leia: Hora de Investir? Conheça o Tesouro Direto.  Leia também: Tesouro direto e poupança: onde é mais seguro investir hoje?

 

Simulação 3 – Comparativo CDB x LCI x Poupança

O CDB (certificado de depósito bancário) funciona como um empréstimo que você faz ao Banco e recebe um rendimento em troca, desde que não resgate o dinheiro antes do vencimento. Já a LCI (letra de crédito imobiliário) apoia e financia projetos do setor imobiliário no país e é isenta de imposto de renda.  

No caso desses produtos, é preciso ter um valor inicial para investir, pois eles têm prazo de carência. Veja um comparativo do valor inicial que você precisaria aplicar em CDB e LCI para obter R$ 50 mil em 5 anos, em comparação com a poupança:

No gráfico acima, a linha azul representa a diferença de retorno dos três produtos (poupança, LCI e CDB). A coluna vermelha mostra o capital inicial que você precisaria ter no início de 2018 para chegar a R$ 50 mil em janeiro de 2023. Para os cálculos, foram consideradas as seguintes rentabilidades: LCI em 80% do CDI (Certificado de Depósito Interbancário), CDB em 100% do CDI e taxa Selic de 7% ao ano. Fonte: Clube dos Poupadores.

Considerando a taxa de juros atual da economia, a rentabilidade anual bruta da poupança está em torno de 5,83% ao ano. Comparando com a LCI, seria preciso ter R$ 870,00 a mais na poupança para alcançar os mesmos R$ 50 mil daqui a 5 anos. No caso do CDB, a diferença é ainda maior, ou seja, a poupança exige R$ 1.500,00 a mais para atingir o mesmo objetivo.

Veja na matéria Perguntar não ofende como conversar com seu gerente para descobrir a aplicação mais adequada para seus objetivos e para seu perfil de investidor. Na dúvida, use o Simulador de Sonhos para fazer as contas!

 

Programe sua aplicação

Depois de definir o valor mensal a ser poupado e escolher o investimento mais adequado, é hora de programar sua aplicação para não cair na tentação de usar o dinheiro. Todos os bancos e corretoras possuem opções de aplicação programada. Com essa ferramenta, você indica a data, o valor e o prazo para a instituição e, todos os meses, o dinheiro sairá da sua conta corrente automaticamente para a aplicação escolhida, sem que você tenha que pensar para aplicar. Saiba mais na matéria Investimento Programado.



Matérias Relacionadas

Hora de investir? Conheça o Tesouro Direto.

Tesouro direto e poupança: onde é mais seguro investir hoje?

Investimento programado

Perfil de Investidor

Perguntar não ofende

Você tem dificuldade para poupar? Freud explica