Uma Iniciativa Febraban

Aplicativos e ferramentas para organizar o orçamento

Nesta edição do programa Meu Bolso em Dia no Verão, veiculado pela Rádio Beira Mar de Ubatuba, como conhece alguns apps e ferramentas que vão ajudar você a ficar com o bolso em dia.



A gente passa uma boa parte da vida trabalhando ou buscando maneiras de ganhar dinheiro. Mas sem planejamento, esse esforço pode ser em vão. A verdade é que as pessoas que conseguem poupar e construir um patrimônio ao longo da vida têm uma coisa em comum: organização financeira. Se a gente não sabe exatamente como gasta cada pedaço do salário, o que sobra ou falta no final do mês, a tendência é ficar patinando no lugar. Ou, pior ainda, entrar em dívidas.

A organização financeira nem sempre é fácil. Mas muitas pessoas superam essa dificuldade usando ferramentas como o Jimbo, o aplicativo de finanças pessoais do Meu Bolso em Dia. Você baixa no celular e, em poucos minutos, controla seu orçamento. Sempre que tiver uma entrada de dinheiro, você anota lá no Jimbo. E toda vez que fizer um gasto, por menor que ele seja, marca lá também. O aplicativo ajuda você a entender melhor as suas despesas e como anda o seu equilíbrio financeiro. Fica mais fácil enxergar a situação e tomar decisões.

Mas se você prefere usar uma planilha mensal ou diária, você também encontra no site do Meu Bolso em Dia. É só fazer o download e começar a usar. É legal conhecer também as listinhas que estão disponíveis lá no site. Elas ajudam a economizar e facilitam a vida na hora de fazer compras, a revisão do carro, organizar uma festa e assim por diante. É só imprimir. E se você é um microempreendedor individual ou tem uma pequena empresa, vale a pena conhecer o aplicativo Meu Negócio em Dia. Ele foi desenvolvido em parceria com o Sebrae. Com ele, você faz a gestão das receitas e despesas do negócio em poucos minutos, pelo celular.

Leia a matéria completa: O controle de suas finanças na palma da mão. Veja também: Não basta trabalhar. É preciso cuidar do que você ganha.



Matérias Relacionadas

O controle de suas finanças na palma da mão

Não basta trabalhar, é preciso cuidar do que você ganha

O que suas escolhas de consumo dizem sobre você?