Uma Iniciativa Febraban
Atualizado em: 26 dez 2019 às 08h e 08m

Limpeza de final de ano

Como liberar espaço e deixar a casa em ordem para realizar seus sonhos e projetos em 2020


O ano novo vem chegando e, com ele, novos projetos e sonhos que chegam acompanhados de uma boa dose de esperança e outra de disposição para realizar. É hora de construir um ambiente adequado para que eles aconteçam, dando um novo destino a tudo aquilo que não serve mais, seja por não ter mais utilidade, valor ou significado. A limpeza de final de ano ajuda a abrir espaço para mudanças positivas e também pode ajudar você a enxergar como fazer economia simplesmente cuidando do que tem.

Vale convidar todos os moradores da casa para participar da organização. Assim, cada um pode contribuir com a decisão sobre o que faz ou não sentido “morar” com vocês. Chame inclusive as crianças e adolescentes. Além de se sentirem pertencentes e responsáveis pelo espaço onde vivem, esse envolvimento ajuda a formar a noção de valor do trabalho e cuidado com bens os materiais. Confira as dicas que preparamos para você e mãos à obra!


Roupas e acessórios para guardar, vender e doar

Sabe aquela camiseta que não serve mais? Ou aquela calça comprada em uma promoção, que nunca caiu bem e continua com etiqueta e tudo no armário? Ou, ainda, a blusa puída e manchada que você guarda há anos porque ganhou de presente daquela pessoa do coração? Hora de pensar num destino para esses itens, que podem ser usados por outras pessoas ao invés de ocupar espaço na sua vida.

Com carinho e atenção, dedique um tempo para analisar peça por peça. Tenha em mente que cada uma delas custou dinheiro, mesmo que não tenha sido comprada por você. Portanto, não pode se descartada logo de cara, mas com consciência e cuidado.

O segredo é criar classificações. Pense naquelas que você gosta e usa – e que, portanto, ficarão com você. Separe as que gostaria de doar e as que podem ser vendidas. Sabe aquela camisa de seda incrível que não serve mais ou aquele vestido lindo que você usou para ir a um ou dois casamentos? Eles podem render um bom dinheiro se vendê-los para um brechó. Descubra um próximo a você e aproveite a onda de bons negócios de segunda mão.


Ordem na papelada

Por falta de tempo, muitas vezes, contas, contratos e extratos acabam indo parar, juntos e misturados, em alguma caixa ou gaveta qualquer. Hora de pôr ordem papeis, guardando apenas o que precisa. Mas, afinal, guardar o quê? Leia o artigo Até quando guardar os recibos? com as orientações do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) sobre o tempo de validade de cada documento. Segundo a legislação brasileira, contas de água, luz, telefone e gás, por exemplo, devem ser guardadas por cinco anos.

Depois de separar o que deve ser guardado e o que vai para o lixo, separe os documentos: recebidos de pagamentos feitos ao longo do ano podem ir para um envelope ou pasta. Contratos, renovações de apólices de seguros e aquelas compras que têm garantia – eletrodomésticos, por exemplo –, devem separados em pastas ou envelopes específicos. Anote ou etiquete tudo, por ano e assunto, e guarde em local acessível. Se você procura inspiração, assista aos vídeos dos canais Organize Sem Frescuras!, Dica Organizada e outros disponíveis no YouTube.

Aproveite para repensar se não há na papelada algo que possa ser trocado pela versão digital – contas, extratos bancários e por aí vai. Algumas empresas oferecem bônus aos clientes que fazem essa opção. O passo seguinte é organizar pastas no computador para encontrar facilmente os documentos posteriormente.

Outra dica de ouro: enquanto faz a limpeza, olhe as contas com atenção. Será que tem aí algo que você paga sem usar? Vale analisar faturas e boletos de telefonia, internet, serviços financeiros, academia de ginástica e assinaturas de aplicativos, por exemplo, para ver se tem encontra alguma despesas que possa enxugar. Veja mais dicas na matéria Faça uma caça aos gastos invisíveis e economize.


Consertos de objetos quebrados

Quando pensamos sob a lógica do consumo consciente, colocando o bolso e a preocupação ambiental no centro de nossas decisões, o cuidado com os bens que possuímos ganha ainda mais relevância. Se aquela cadeira que está com uma das pernas meio bamba tem conserto, por que comprar uma nova? Se podemos dar um jeito naquela boneca ou carrinho que quebrou, por que gastar com brinquedos novos?

Esse lógica vale para tudo o que temos em casa: vestuário, acessórios, papelaria, brinquedos, eletrodomésticos, roupa de cama, livros e por aí vai. Muitos desses itens podem ser renovados, reaproveitados, doados ou vendidos a brechós ou antiquários. Descartar, só quando não há mais jeito ou o conserto fica mais caro do que a compra de um item novo.


Mudas as coisas de lugar

Você se colocou metas ambiciosas para o novo ano? Quer trocar de emprego, abrir um novo negócio ou conseguir economizar e investir seu dinheiro para realizar algum sonho? Que tal começar essa renovação pela casa? Simbolicamente, esse ato pode representar a disposição em mexer nas estruturas, sair da zona de conforto e assumir que as coisas não podem mais ficar do jeito que estão.

Com criatividade e ousadia, mude os móveis de lugar, coloque na sua cama aquela colcha linda que nunca foi usada, pendure ou distribua os quadros de uma maneira diferente. Inspire-se em sites e revistas de decoração. Assim você terá a sensação de vida nova antes mesmo do ano começar.


Hora da limpeza geral

Depois que você decidiu o que vender ou doar e reorganizou o espaço de um jeito diferente, chegou a hora de fazer uma boa limpeza. Sujeira não combina com prosperidade. Passe pano no chão, tire manchas dos móveis, cuide das plantas, faça uma boa checagem na despensa e descarte alimentos e remédios vencidos.

Não deixe comida velha estragando na geladeira de um ano para o outro, nem roupa para lavar ou passar. Se você for viajar antes da virada do ano, é importante deixar a casa nos trinques, organizada e cheirosa. Quando você limpa o seu espaço, deixando-o ainda mais harmônico, sua energia também muda. E para melhor.


De olho nas resoluções

Tão importante quanto organizar a casa é pensar no ano que passou e nas coisas que se quer para o futuro. Fazer esta reflexão e montar um plano para os próximos 12 meses pode ser produtivo, pois ele poderá funcionar como uma bússola que conduzirá você aonde pretende chegar.

Quais foram os aprendizados do ano que passou? Quais são seus novos projetos? Mudar de casa? Trocar de emprego? Aprender uma nova língua? Se você quer se capacitar para crescer na carreira, dá uma olhada nas dicas da matéria Investir em educação aumenta a renda. O ideal é colocar oss desejos no papel, detalhando ao máximo como pretende atingir seus objetivos. E depois, ao longo de 2020, volte todo mês a esse planejamento para recalibrar o que for necessário e seguir avançando.


Organize sua rotina

Se você quer garantir que suas resoluções de ano novo sejam cumpridas, mais do que colocar a casa em ordem, é importante organizar a rotina. Quais dias da semana irá fazer atividade física ou estudar um novo idioma? Com qual periodicidade irá passar no médico? Em quais meses pretende viajar?

Um planejamento geral da rotina e das atividades programadas para o ano possibilita tomas providências com mais calma e economizar. Já experimentou comprar uma passagem aérea com seis meses de antecedência e alguns dias antes da viagem? Na saúde também funciona assim. Quando mais precavido, menos se gasta com consultas e remédios.

Você pode usar uma agenda ou um aplicativo de celular para lembrá-lo desses compromissos. Para algumas pessoas, esse tipo de recurso pode parecer desnecessário, mas ele ajuda a trazer as ideias e vontades para uma dimensão mais concreta, organizadas em uma linha do tempo. O resultado é um ganho de produtividade. Faça um teste com plataformas como Evernote e Google Keep.

Lembre-se, também, de cuidar dos pensamentos e emoções. Deixe no passado as experiências negativas e carregue apenas os aprendizados. Assim, você estará pronto para atrair ainda prosperidade em sua vida e construir um 2020 cheio de realizações.




Matérias Relacionadas

Quer viajar no fim do ano? Não deixe para a última hora!

Seu padrão de vida cabe no seu bolso?

Reciclagem de lixo eletrônico

Arrase na ceia gastando cerca de R$ 80,00

>

Faça uma caça aos gastos invisíveis e economize