Uma Iniciativa Febraban

Selo ENEF 2018

Meu Bolso em Dia recebe o mais importante reconhecimento em educação financeira no Brasil


O Meu Bolso em Dia recebeu o Selo ENEF 2018, que reconhece as iniciativas que contribuem para fortalecer a educação financeira no país, em linha com a Estratégia Nacional de Educação Financeira (ENEF), instituída no final de 2010 como política pública, pelo governo federal. Desde então, a Estratégia tem mobilizado diferentes setores da sociedade em torno do objetivo de fortalecer a cidadania, promovendo ações que ajudem a população a tomar decisões mais autônomas e conscientes em relação ao uso do dinheiro.

A FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos) integra este esforço e criou, em abril de 2010, o Meu Bolso em Dia. O programa tornou-se a primeira iniciativa de educação financeira em larga escala no setor bancário brasileiro. As ações incluem o portal Meu Bolso em Dia, que soma mais de 15 milhões de usuários únicos, e ferramentas práticas para o dia a dia: planilhas de controle orçamentário, listinhas para compras, calculadora para ajudar na escolha do combustível e um simulador de sonhos que incentiva o planejamento e a poupança.

Outros destaques do Meu Bolso em Dia são o Jimbo, aplicativo gratuito para celular que facilita o controle do orçamento pessoal e familiar, e o Canal do Empreendedor, que disponibiliza informações, vídeos e aplicativos que apoiam a organização financeira dos pequenos empreendedores.

Por sua abrangência e resultados alcançados, em 2017, o Meu Bolso em Dia recebeu uma das mais importantes premiações internacionais na área de sustentabilidade, o Ethical Corporation Responsible Business Award – Prêmio Negócios Responsáveis da Ethical Corporation, organização sediada em Londres, no Reino Unido. Saiba mais sobre esse reconhecimento. Veja também o vídeo apresentado durante a cerimônia de anúncio dos ganhadores, em Londres.

 

Critérios de seleção

O Selo ENEF é concedido a cada dois anos pelo CONEF (Comitê Nacional de Educação Financeira), formado por órgãos governamentais – Banco Central, Ministério da Fazenda e Ministério da Educação, entre outros – e entidades representativas da sociedade civil. A primeira edição, de 2016, reconheceu cerca de 30 ações. Refletindo a evolução do tema na sociedade, a edição de 2018, recém-divulgada, reconheceu aproximadamente 200 iniciativas. Clique aqui para conhecer todas elas.

Elas foram avaliadas por um comitê de especialistas com base em aspectos como a gratuidade, relevância, interesse público e continuidade da ação. Confira os demais critérios de seleção no edital para concessão do Selo ENEF 2018. As iniciativas reconhecidas ganham o direito de usar o Selo em seus materiais de comunicação por dois anos.



Matérias Relacionadas

Conquistamos o prêmio Ethical

Por que falar de educação financeira, hoje, no Brasil?

Aplicativo Meu Negócio em Dia apoia a organização financeira do pequeno empreendedor