Uma Iniciativa Febraban
Atualizado em: 25 jun 2020 às 17h e 48m

O que fazer com a restituição do IR

Ideias para usar o dinheiro extra com sabedoria nesse momento de incertezas


Neste ano conturbado, a Receita Federal prorrogou para 30 de junho o prazo de entrega da Declaração do IR 2020, ano-base 2019. A boa notícia para o contribuinte com imposto a restituir é que, apesar da prorrogação, o governo manteve o calendário de liberação dos lotes de restituições. Com isso, o recurso já começou a ser liberado em maio, ou seja, antes mesmo do prazo da entrega da declaração. A segunda parcela foi paga no final de junho. Confira as datas de pagamento dos próximos lotes:

  • • 31 de julho de 2020
  • • 31 de agosto de 2020
  • • 30 de setembro de 2020

Em um ano de tantas incertezas, é um alívio poder contar com um recurso extra. Se você faz parte do grupo que tem restituição a receber, aqui vão algumas dicas para usar esse dinheiro com sabedoria e de um jeito adequado ao momento em que vivemos.


Quitar dívidas ou acertar pagamentos atrasados

Se você deixou de pagar ou atrasou compromissos durante a pandemia do coronavírus, a restituição pode vir bem a calhar para colocar as contas em ordem, eliminar juros, multas por atraso ou limpar o nome. Procure seu credor e faça uma negociação consciente ou aproveite os canais de negociação online do Serasa e do SPC Brasil, que reúnem empresas de telecomunicações, bancos e concessionárias e varejistas para fechar acordo com seus clientes devedores. Você também pode recorrer ao site www.consumidor.gov.br, que facilita a negociação com as empresas e os bancos que participam da iniciativa. Saiba mais sobre o que fazer com as dívidas nesse momento.


Começar ou reforçar a reserva de emergências

Se a pandemia atacou suas economias para imprevistos, esta é a chance de repor o dinheiro sacado e ganhar fôlego para os próximos meses. Não há como prever quando a situação voltará ao normal e a perspectiva é de períodos de abertura e fechamento do comércio em ondas, o que pode ainda trazer riscos para as finanças pessoais e das famílias. Por isso o momento pede cautela. Avalie se é hora de investir ou trocar de aplicação.


Tornar-se um investidor iniciante

Se você já tem uma reserva de emergência equivalente a seis meses de suas despesas e deseja ter mais retorno do que os 2,25% ao ano da taxa Selic, pode dar um passo mais ousado e começar a diversificar seus investimentos com aplicações de maior risco. Esta estratégia requer cautela e orientação adequada, mas promete uma boa rentabilidade. Veja dicas na matéria Juros em queda: onde aplicar seu dinheiro.


Investir em um negócio próprio

Crises também podem trazer oportunidades. Que tal se inspirar em gente que reinventou na crise e investir sua restituição em uma nova fonte de renda? Bons exemplos são os serviços de delivery, produção de máscaras, alimentação, vendas online e outros setores que cresceram durante a pandemia. O Canal do Empreendedor tem várias dicas para você usar esse dinheiro extra para se tornar seu próprio chefe.


Turbinar sua carreira

A pandemia trouxe uma verdadeira explosão de cursos à distância, portanto este é o momento para investir naquela formação online que você sempre quis fazer para ampliar seus conhecimentos e crescer na carreira. Sem gastar com deslocamentos e ainda pagando menos pelo curso, já que o EAD em geral tem um preço menor do que aulas presenciais. O EAD.br é um portal que reúne cursos de todas as áreas, reconhecidos pelo MEC, gratuitos ou em condições facilitadas para você investir bem seu tempo e sua restituição de IR.


Poupar para o futuro dos filhos

Outra dica é aproveitar esse recurso para investir no longo prazo. Usando sua restituição para fazer um aporte em previdência privada ou aplicar no Tesouro IPCA, você pode chegar mais perto de realizar o sonho de mandar os filhos para a faculdade com planejamento e segurança. Saiba quando e onde aplicar o dinheiro dos filhos.




Matérias Relacionadas

12 perguntas e respostas sobre quitação de dívidas

Como garantir a educação dos filhos

Prepare-se para tirar seus planos do papel

Resolver um problema, um bom jeito de começar um negócio

>

Coronavírus: é hora de investir ou trocar de aplicação?