Uma Iniciativa Febraban

Sem confusão na hora de rachar a conta

Situações em que você pode - e deve - pedir a cobrança proporcional ao consumo

 

Você sai com os amigos para assistir ao jogo de futebol, rever a turma ou fazer uma comemoração. Encontros como esses são sempre muito bons, não importa onde aconteçam. Se o local escolhido for um bar ou restaurante, a dica é combinar logo na chegada como será feita a divisão da conta. Ou já escolher um lugar que tenha comanda individual.

Isso porque, conversa vai, conversa vem, um pede um chope e o outro, uma garrafa de vinho. Salta uma porção de fritas para um e uma picanha na chapa para outro. Há quem consuma apenas uma caipirinha e quem não se contente com menos de duas ou três. Na hora de fechar a conta, entra em ação a turma do simplifica e logo alguém propõe: “vamos rachar por igual, que é mais fácil”.

É mais fácil, na verdade, mas não é o mais justo. Quem consumiu menos, não tomou bebida alcoólica ou pediu petiscos mais modestos porque queria economizar, acaba arcando com o prejuízo. E aquele encontro maravilhoso pode terminar num tremendo clima de mal-estar.

Outras situações em que é comum isso acontecer são as festas e viagens de amigos em que os gastos são divididos. Muitas vezes, quem não consome bebida alcoólica ou é vegetariano, por exemplo, acaba contribuindo na mesma proporção que os demais para o pagamento de barris de chopes e quilos de carnes.

Confira as dicas para fugir de roubadas desse tipo e garantir que a reunião da turma fique na memória pelo que tem de melhor: bom papo e diversão!

 

Bom senso na mesa

Há vários arranjos possíveis na hora de rachar a conta. O mais comum é dividir proporcionalmente ao consumo. É claro que ninguém precisa ficar contando quantos bolinhos de arroz cada um comeu, nem vai se importar em pagar alguns centavos a mais, o importante é ter bom senso.

Um jeito fácil é cada um pagar pelo que pediu, mais a taxa de serviço, se ela for incluída na conta. Leia a matéria Sou obrigado a pagar os 10% de gorjeta? para conhecer a origem e o funcionamento dessa taxa em bares e restaurantes.

Outra boa medida: na hora de organizar o programa, sugira alguns locais que trabalham com comandas ou contas individuais. E, se for o caso, já avise que não gostaria de um lugar caro porque precisa economizar ou não pode gastar muito neste mês, por exemplo. Em épocas de crise, todos passam pelos mesmos tipos de perrengues, então, possivelmente você encontrará solidariedade no grupo.

 

Use e abuse de aplicativos em bares e restaurantes

Há uma série de aplicativos gratuitos, que ajudam a dividir a conta em poucos cliques. É o caso do Fechando a Conta, Racha a Conta e Passa a Régua. No Fechando a Conta (disponível para Android e iOS), você cadastra todas as pessoas que estão na mesa, adiciona os itens consumidos e vincula cada item a quem fez o pedido ou consumiu. No final, o programa calcula o valor que cada um irá pagar.

O Racha a Conta (iOS) permite criar um cardápio para o grupo ou, se disponível, baixar o cardápio do bar ou restaurante direto da internet. Na hora em que o produto chega à mesa, é só arrastá-lo para quem fez o pedido. O app também facilita dividir a conta dos itens compartilhados por todos. Já o Passa a Régua (Android e iOS) separa quem bebeu e quem não bebeu, os extras, a taxa de serviços e faz a divisão.

 

Na hora de organizar o churrasco da turma

Se o grupo inclui pessoas que não comem carne, não faz sentido incluí-las na divisão desses itens, que têm preços elevados. Uma boa alternativa é pedir que elas contribuam levando vegetais e legumes para pôr na chapa – e que ficam uma delícia – ou uma bela salada que possa ser compartilhada por todos.

O mesmo vale para quem não consome bebidas alcoólicas. Esses convidados podem se encarregar da água ou refrigerantes, por exemplo. Outra dica é usar nossa Listinha do Churrasco para planejar e calcular as quantidades de alimentos e bebidas, evitando desperdícios.

 

Dividindo as contas da viagem

Se você vai viajar com os amigos, também tem à disposição vários aplicativos, como o Splitwise, PayPal.Me e o Conta Coletiva. Eles facilitam a divisão das contas, incluindo aluguel do local, transporte e compras de supermercado. Tudo de maneira transparente e fácil. O Splitwise (disponível para Android e iOS) permite rachar qualquer tipo de despesa feita em grupo.

Já o Conta Coletiva é uma conta compartilhada, onde todos os participantes podem incluir seus gastos. Como muitas vezes cada um se encarrega de um item, isso simplifica o controle. No PayPal.Me, além de dividir a conta, é possível fazer a transferência de dinheiro por meio de contas PayPal, desde que todos sejam cadastrados. Fique atento para a taxa cobrada quando a transferência for feita usando o cartão de crédito ou débito.




Matérias Relacionadas

Sou obrigado a pagar os 10% de gorjeta?

Sabotadores financeiros

O controle de suas finanças na palma da mão

6 truques para cumprir suas metas em 2018

Quanto custa sua inércia?

Você tem dificuldade para poupar? Freud explica